La Scuola Violeros di Saragozza ha completato sette corsi di formazione per liutai

La Scuola Violeros di Saragozza ha completato sette corsi di formazione per liutai 1024 854 delyramus

Finalista no último Prémio Nacional de Artesanato, esta terça-feira protagoniza uma conferência-concerto na sala Galve do Auditório de Saragoça.

Javier Martínez (Guadalaviar, Teruel, 1959), renomado fabricante de instrumentos e diretor da Escola de Violería de Zaragoza. A Escola iniciou o seu sétimo ano totalmente recuperada da pandemia (mantendo as medidas lógicas de prevenção) e recebendo elogios a nível nacional e internacional. Se em 2020 o legado da viola aragonesa foi declarado Bem de Interesse Cultural, há alguns meses recebeu o I Prémio Sociedade Filarmónica de Saragoça e foi finalista do Prémio Nacional de Artesanato. Também foi incluído num Interesse Cultural, por proposta de um projeto promovido pela Câmara Municipal de Florença. Esta terça-feira protagoniza uma conferência de concertos na sala Luis Galve do Auditório de Saragoça (19h30), no âmbito do programa da Sociedade Filarmónica.

O violeiro de Saragoça, Miguel Bonal, interpretará várias peças musicais, e Javier Martínez, autor de estudos como ‘Arte de violaría en la Zaragoza del Renacimiento, falará sobre os fabricantes de instrumentos na capital aragonesa, tema que tem vindo a pesquisar desde há décadas, mas que ainda não chegou ao conhecimento de muitos fãs de Música. Daí o convite da Sociedade Filarmônica para explicar os seus estudos e descobertas.

Fonte: Heraldo de Aragón, 22.02.2022